Vereador Giannazi tenta reverter expulsão do PT

O vereador Carlos Giannazi deu entrada, hoje, a um recurso no Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), na zona Sul, contra a decisão tomada pelo Diretório Municipal de expulsá-lo da agremiação no último dia 17. O vereador conversou com o presidente estadual do PT, Paulo Frateschi, e disse que esta foi a primeira vez que foi ouvido dentro da legenda. "O presidente prometeu que o julgamento será feito de uma forma séria, justa e imparcial, sem a influência do grupo palaciano que determinou a minha expulsão do Diretório Municipal", avaliou o vereador.O vereador reafirmou que não tem a intenção de deixar o PT e informou que a partir de hoje está com seus direitos partidários restituídos, amparados pelo estatuto do PT, até o julgamento do recurso. "Volto à minha vida normal dentro do partido", esclareceu. Ele explicou que na próxima semana a Executiva Estadual deverá se reunir para discutir o recurso, mas que não há um prazo definido para a decisão. Giannazi, no entanto, pediu pressa ao diretório. "No meu recurso eu exijo imediato julgamento, para acabar com todo este desgaste, confusão e injustiça que foi o processo elaborado pelo Diretório Municipal", destacou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.