Vereador em Minas é investigado por suposto crime

O vereador André Luciano Vieira da Costa (PSDB), de Vespasiano (MG), é investigado pela Polícia Civil mineira por suspeita de fazer receptação de joias roubadas. O político já teve a prisão decretada pela Justiça e é procurado desde a última sexta-feira, 15, mas ainda não foi encontrado.

MARCELO PORTELA, Agência Estado

18 de outubro de 2010 | 19h55

Hoje, agentes munidos com mandados de busca e apreensão estiveram em três endereços do parlamentar - um apartamento e um escritório na capital mineira, onde trabalha como ourives, e em uma casa em Vespasiano -, e apreenderam cerca de três quilos de joias, cujo valor estimado pode ultrapassar R$ 500 mil.

O material inclui cordões, gemas, relógios, anéis e gargantilhas e, de acordo com a polícia, foi suficiente para encher 15 sacolas. Ainda de acordo com a Polícia Civil, as apreensões foram resultado de cinco meses de investigação.

Tudo o que sabemos sobre:
vereadorVespasianoinvestigação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.