Vereador eleito é preso por não pagar pensão alimentícia no interior de SP

Mandado de prisão contra Genivaldo dos Santos (PV) foi expedido pela Justiça em março de 2011

José Maria Tomazela - Agência Estado,

24 de outubro de 2012 | 18h56

SOROCABA - O vereador Genivaldo Vidal dos Santos (PV), mais conhecido como Tubaína, de 46 anos, eleito no dia 7 para a Câmara Municipal de Araçariguama, a 55 quilômetros de São Paulo, foi preso nesta quarta-feira, 24, durante uma blitz em São Roque, no interior de São Paulo, por falta de pagamento da pensão alimentícia. Tubaína estava com mandado de prisão expedido pela Justiça desde março de 2011. Mesmo assim, candidatou-se a vereador e, com os 311 votos recebidos, ficou com a última das dez cadeiras do Legislativo.

Ele foi detido após o carro que dirigia ter sido parado pela Polícia Militar na Avenida João Pessoa, região central de São Roque, numa inspeção de rotina. Ele foi levado à Delegacia de Polícia de São Roque e, depois, transferido para uma cela da delegacia de Araçariguama. Para deixar a prisão, o acusado tem de pagar o valor em atraso, o que não tinha sido feito até o fim da tarde. O valor devido não foi informado pela Polícia Civil.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012vereadoreleito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.