Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Vereador é acusado de improbidade no interior de SP

A Justiça de Sorocaba, no interior de São Paulo, decidiu processar por improbidade administrativa o vereador Emilio Souza de Oliveira (PSC), o Ruby, candidato a um novo mandato nas eleições de outubro. Ele é acusado pelo Ministério Público de ficar com parte dos salários dos assessores e de usar recursos do gabinete para fazer campanha eleitoral. Em despacho dado na terça-feira (18), o juiz José Eduardo Marcondes entendeu que "há indícios da ocorrência de fatos graves" na denúncia apresentada pelo MP.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

19 de setembro de 2012 | 14h49

Perícia do Instituto de Criminalística confirmou o uso de computadores do gabinete para produzir material de interesse particular. O vereador está afastado das funções, mas continua recebendo o salário de R$ 8,8 mil. O afastamento foi determinado para a apuração das denúncias. A Comissão de Ética da Câmara tem até o dia 9 de outubro para decidir se cassa o mandato do vereador. Ruby, que ainda não foi notificado, se diz inocente e vítima de perseguição política.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.