Vereador é acusado de dar brindes em audiência, em SP

O vereador Emilio Souza Ruby de Oliveira (PMN) é acusado de ter usado uma audiência pública realizada na Câmara para distribuir brindes e cestas básicas, em Sorocaba, no interior de São Paulo. Ele e outros participantes da audiência são eventuais pré-candidatos a deputado nas eleições deste ano. O sorteio dos brindes aos participantes do evento foi mostrado ao vivo pela TV Legislativa na última segunda-feira.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

07 Maio 2010 | 20h35

A audiência pública sobre Relações do Trabalho na atual Conjuntura Mundial foi solicitada pelo PTB e realizada sob a presidência de Ruby. O presidente da Câmara, Mario Marte (PPS) pediu a abertura de processo por quebra de decoro. A executiva do PTB divulgou nota assumindo a responsabilidade pelo sorteio dos brindes.

Em dezembro passado, Ruby foi acusado de quebra de decoro depois de ser detido dirigindo alcoolizado e praticando "racha" no trânsito. Na ocasião, uma comissão da Câmara o absolveu da acusação de quebra de decoro.

Mais conteúdo sobre:
vereador brindes audiência Câmara Sorocaba

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.