Verba indenizatória de deputado pode acabar em turismo

Notas fiscais apresentadas pelos deputados para justificar o uso da verba indenizatória - criada para custear gastos com o exercício do mandato nos Estados - indicam que o benefício está sendo usado para turismo.

AE, Agencia Estado

28 de dezembro de 2009 | 11h58

Segundo o jornal "Folha de S. Paulo", há notas fiscais de resorts, hotéis-fazenda e restaurantes sofisticados em Estados diferentes daqueles em que os parlamentares foram eleitos.

Enio Bacci (PDT-RS), por exemplo, hospedou-se na pousada mais cara de Bombinhas, no litoral catarinense. Procurado, disse que o objetivo era estudar o sistema prisional de Santa Catarina.

As 70 mil notas fiscais foram entregues por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
deputadosverba indenizatóriaturismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.