Venezuela tomará ações legais por foto falsa de Chávez

O governo venezuelano tomará ações legais contra o El País, que publicou uma foto falsa do presidente Hugo Chávez no hospital. O jornal espanhol retirou a foto do ar após pedir desculpas aos leitores.

FIONA ORTIZ E MARIO NARANJO, Reuters

25 de janeiro de 2013 | 08h32

Em dezembro, Chávez se submeteu em Cuba à quarta cirurgia em 18 meses contra um câncer. Desde então, não foi visto em público, o que gera dúvidas sobre o real estado de saúde do popular líder socialista.

A foto granulada que o El País publicou na Internet, dita como exclusividade mundial, mostrava a cabeça de um homem deitado e entubado. Ela ficou no site do jornal por cerca de 30 minutos e também apareceu nas primeiras tiragens, antes de o jornal parar a impressão e mudar a primeira página.

O jornal pediu desculpas aos leitores e anunciou que abrirá uma investigação para determinar as razões que levaram a publicação da fotografia.

Horas depois, na quinta-feira, o ministro da Informação da Venezuela, Ernesto Villegas, anunciou que o governo "exercerá as ações legais pertinentes ante o erro cometido, que não se paga com as magras desculpas oferecidas pela empresa".

"Trata-se de um assunto que não deve alterar em nada as relações bilaterais entre o governo venezuelano e o governo espanhol", acrescentou ele, em um encontro com a imprensa.

O jornal El Pais ressaltou que a agencia Gtres Online foi quem entregou a fotografia, que supostamente havia sido feita por uma enfermeira cubana que teria enviado a foto para uma irmã na Espanha.

Tudo o que sabemos sobre:
GERALVENEZUELAFOTOFALSALEGAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.