Velório de Alencar reúne familiares e autoridades no Planalto

Familiares e autoridades despediam-se nesta quarta-feira do ex-vice-presidente José Alencar, cujo corpo está sendo velado no Palácio do Planalto, em Brasília. Alencar morreu aos 79 anos São Paulo, na terça, de falência múltipla dos órgãos, após 14 anos de luta contra o câncer.

REUTERS

30 de março de 2011 | 14h08

Ministros de Estado, do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Superior Tribunal de Justiça (STJ), entre outras autoridades e familiares, participaram do velório, no Palácio do Planalto, que foi aberto ao público no início da tarde. O corpo foi recebido com honras de chefe de Estado pelo presidente da República em Exercício, Michel Temer, e pela viúva Mariza Gomes da Silva.

Temer, que acompanhou a chegada do corpo do ex-vice na base aérea de Brasília nesta manhã, declarou que o Brasil "perdeu um grande brasileiro" e que Alencar lhe serve como exemplo.

"Se (eu) conseguir, ainda que minimamente, reproduzir alguns gestos cívicos de Alencar, me darei por satisfeito", afirmou.

O corpo de Alencar chegou ao Palácio do Planalto por volta de 11h e foi aplaudido pelo público que aguardava na Praça dos Três Poderes. Segundo a Polícia Militar, entre 300 e 500 pessoas formaram uma longa fila à espera da abertura do velório ao público, no início da tarde.

A presidente Dilma Rousseff, que está em Portugal para entrega de prêmio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do qual Alencar foi vice entre 2003 e 2010, encurtou a viagem e retornará ainda nesta tarde para o Brasil. Ela deverá participar de missa de corpo presente no Palácio do Planalto às 21h.

"Alencar teve papel fundamental na eleição do Lula de 2002 e no governo. Fica o exemplo e vamos tocar a vida com o que aprendemos com ele", disse o presidente da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, Delcídio Amaral (PT-MS).

Alencar lutou por mais de 14 anos contra o câncer na região abdominal, doença que o levou a ser submetido a 17 cirurgias e sessões de quimioterapia. Mineiro e fundador da empresa têxtil Coteminas, deixa três filhos.

Na quinta-feira, o corpo do ex-vice chegará a Belo Horizonte, onde será velado pela manhã e enterrado à tarde.

(Por Hugo Bachega, Leonardo Goy e Jeferson Ribeiro)

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICAALENCARVELORIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.