Velejador neozelandês é morto no Amapá

Um dos maiores velejadores de todos os tempos foi assassinado ontem à noite no Amapá. Peter Blake, de 53 anos, estava em uma expedição pela Amazônia quando seu barco, que estava ancorado em Macapá, foi assaltado. Outros dois tripulantes foram gravemente feridos. Em troca da vida de Blaker, os bandidos, conhecidos como ratos d´água, levaram apenas um relógio e um motor de popa. Peter Blake nasceu na Nova Zelândia e é considerado o homem mais rápido do mundo nos mares. Há sete anos, ele deu a volta ao mundo em 74 dias, 22 horas, 17 minutos e 22 segundos, uma marca até hoje insuperável. Segundo informações da GloboNews, Peter Blake conquistou as principais regatas oceânicas do mundo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.