Veja o que muda no plano de saúde antigo com liminar do STF

Veja, na tabela abaixo, o que muda nos planos de saúde, a partir da liminar concedida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na quinta-feira à Confederação Nacional de Saúde (CNS):  Pontos alteradosComo eraComo ficaReajuste anualO aumento era sancionadopela ANS, que limitava o porcentual cobrado pelas operadoras.Livre das amarrasque restringiam os aumentos, as operadoras poderão promover reajustespor porcentuais mais elevados.Reajuste por faixaetáriaEsse reajuste tambémera aprovado previamente pela ANS, com controle sobre o porcentual.Sem o controle daANS, o reajuste por faixa etária será o definido em contratoou, na omissão, pelo índice que a empresa achar conveniente.Repactuaçãoda correção por idadeA correçãopor faixa etária era dividida pela ANS em diversos anos para quemtem mais de 60 anos de idade ou 10 anos de contrato.A correçãoserá feita integralmente assim que o segurado passar de uma faixaetária para outra.Transiçãopara contrato novoSe o segurado quisessemigrar para um contrato novo, a operadora deveria oferecer um plano-referência,com a cobertura mínima prevista na Lei nº 9.656/98.Na migração,as operadoras podem oferecer contratos com cobertura inferior àmínima exigida pela Lei nº 9.656/98, com cobertura hospitalarapenas, por exemplo.Fonte: Procon-SP

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.