André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Veja lista completa de ministros anunciados por Dilma

Dos 14 que faltavam, 13 permanecem no cargo para o segundo mandato da presidente, que inicia nesta quinta

O Estado de S. Paulo

31 Dezembro 2014 | 10h30

Veja a lista de ministros já anunciados pela presidente Dilma Rousseff:

Cultura – Juca Ferreira (PT): ex-ministro de Lula, é secretário municipal de Cultura de São Paulo

Transportes - Antonio Carlos Rodrigues (PR): secretário-geral do PR, vai assumir uma das pastas mais cobiçadas 

Integração - Gilberto Occhi (PP): ministro das Cidades, é considerado quadro "técnico" do PP

Secretaria-Geral da Presidência - Miguel Rossetto (PT): petista coordenou campanha de Dilma 

Desenvolvimento Agrário - Patrus Ananias (PT): petista é considerado o "pai" do Bolsa Família 

Relações Institucionais - Pepe Vargas (PT): petista vai coordenar as relações políticas

Comunicações - Ricardo Berzoini (PT): da cota do PT, deve cuidar da regulação econômica da mídia

Previdência - Carlos Gabas (PT): da cota petista e de perfil técnico, é secretário executivo da pasta

Ciência, Tecnologia e Inovação - Aldo Rebelo (PC do B): tem antiga proximidade com o PT

Educação - Cid Gomes (PROS): Dilma sempre quis o governador no comando do ministério

Portos - Edinho Araújo (PMDB): ligado ao vice Michel Temer, é quadro ativo do PMDB em São Paulo

Minas e Energia - Eduardo Braga (PMDB): peemedebista foi líder do governo no primeiro mandato 

Aviação Civil - Eliseu Padilha (PMDB): ex-ministro de FHC, abriu dissidência na ala gaúcha do PMDB

Esporte - George Hilton (PRB): integrante do PRB ganhou a pasta pelo apoio dado ao PT

Cidades - Gilberto Kassab (PSD): presidente do PSD, levou o partido para a campanha petista

Pesca - Helder Barbalho (PMDB): da cota do PMDB, é filho de Jader Barbalho

Defesa - Jaques Wagner (PT): foi o primeiro petista confirmado no núcleo duro do governo

Agricultura - Kátia Abreu (PMDB): sem apoio do núcleo central do PMDB, foi bancada por Dilma

Igualdade Racial - Nilma Lino Gomes (sem filiação partidária): nome independente, é professora e pedagoga

Controladoria-Geral da União - Valdir Simão (sem filiação partidária): ligado ao PT, é secretário da Casa Civil

Turismo - Vinicius Lajes (PMDB): da cota do PMDB, é afilhado de Renan Calheiros

Fazenda - Joaquim Levy (sem filiação partidária): de perfil ortodoxo, tem como função resgatar a confiança no País

Planejamento - Nelson Barbosa (sem filiação partidária): cuidará integralmente das obras do PAC

Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - Armando Monteiro (PTB): senador vai compor equipe econômica

Banco Central - Alexandre Tombini (sem filiação partidária): foi mantido no cargo

Relações Exteriores - Mauro Vieira: O novo ministro era embaixador do Brasil em Washington

Além de Mauro Vieira, o governo anunciou que outros 13 ministros permanecem no cargo completando a lista para o novo mandato:

Saúde - Arthur Chioro (PT)

Direitos Humanos - Ideli Salvatti (PT)

Trabalho - Manoel Dias (PDT)

Meio Ambiente - Izabella Teixeira (sem partido)

Políticas para as Mulheres - Eleonora Menicucci (PT)

Micro e Pequena Empresa - Guilherme Afif Domingos (PSD)

Comunicação Social - Thomas Traumann (Sem filiação)

Desenvolvimento Social - Tereza Campello (PT)

Assuntos Estratégicos - Marcelo Côrtes Neri (Técnico do Ipea sem filiação partidária)

Advocacia-Geral da União - Luis Inácio Adams (PT)

Gabinete de Segurança Institucional - José Elito Carvalho Siqueira (Sem partido)

Casa Civil - Aloizio Mercadante (PT)

Justiça - José Eduardo Cardozo (PT)

Mais conteúdo sobre:
Posse 2015 Dilma Rousseff ministério

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.