Veja especial sobre o caso Renan Calheiros

A situação de Renan Calheiros (PMDB-AL) se complica ainda mais. O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu abrir inquérito para investigar denúncias contra o presidente do Senado e a revista Veja desta semana traz nova denúncia contra o senador: uso de 'laranjas' na compra de duas emissoras de rádio em Alagoas. As irregularidades vêm a se somar a dois outros caos: o do lobista e o da Schincariol.   O primeiro foi o detonador do caso. Renan é acusado de ter despesas pessoais pagas por um lobista da Mendes Júnior e tenta, sem sucesso, provar que tinha rendimentos suficientes para pagar pensão à jornalista Mônica Veloso, com quem tem uma filha fora do casamento. Rendimentos com a venda de gado são o principal argumento de Renan para comprovar que não precisava de recursos do lobista, mas os documentos apresentam irregularidades. Segundo o senador, foram R$ 1,9 milhão em quatro anos.   Já a denúncia que envolve a Schincariol consiste na venda superfaturada de uma fábrica da família Calheiros por R$ 27 milhões, quando não valia mais de R$ 10 milhões. Em troca, Renan, conforme a denúncia, teria favorecido a empresa junto ao INSS, impedindo a execução de uma dúvida de R$ 100 milhões.   Veja abaixo vídeos, especial e principais reportagens sobre o caso:    Cronologia do caso Renan     STF abre inquérito para investigar Renan Calheiros Agripino pressiona para Renan deixar a presidência    Nova denúncia   Renan é acusado de ser dono de duas rádios em Alagoas Caso Schincariol Notas frias e empresas fantasmas podem complicar Renan   Perícia   Veja os 30 quesitos da perícia da PF     Futuro de Renan depende de laudo da perícia, dizem senadores Renan se diz 'impedido' e Senado decidirá sobre perícia   Tentativas de defesa   Em 26 de junho, Renan diz que denúncia é "pseudo-escândalo"  Em 25 de julho, Renan diz que não será novo 'Severino'; caso completa 2 meses Em 17 de julho, 'Estou convicto da minha inocência', diz Renan Em 10 de julho, Para me tirar, vão ter de sujar as mãos, desafia Renan   Início de julho, senadores pressionam Renan   O pedido de Arthur Virgílio para que Renan deixe presidência  A resposta de Renan a Virgílio  Pedro Simon diz que já teria renunciado 

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.