Vargas será novo embaixador do Brasil na Argentina

O embaixador do Brasil em Buenos Aires, Ênio Cordeiro, será substituído pelo atual representante da diplomacia brasileira na Alemanha, Everton Vieira Vargas. A troca de diplomatas ocorrerá no final de março, depois das férias de ambos os embaixadores. Cordeiro disse que sua saída está relacionada a questões pessoais.

MARINA GUIMARÃES, CORRESPONDENTE, Agência Estado

10 de dezembro de 2012 | 21h08

"Eu pedi ao ministro Patriota para voltar a Brasília por questões pessoais e ele e a presidente Dilma me atenderam", disse Cordeiro. O embaixador explicou que "no momento oportuno" o Itamaraty vai informar sobre sua nomeação para um novo cargo. Havia boatos de que Cordeiro poderia ser o novo secretário geral do Ministério, já que o atual, Ruy Nogueira, se aposentará em fevereiro. Cordeiro negou a informação.

Vargas, de 57 anos, é formado em Direito e tem doutorado em Sociologia. O embaixador chega em um momento de reaproximação das presidentes Cristina Kirchner e Dilma Rousseff, depois de um ano de retrocesso no comércio bilateral, com queda de 20% das importações brasileiras ao mercado vizinho e de 4% das vendas argentinas ao Brasil. O fluxo de comércio recuou de US$ 40 bilhões em 2011, para cerca de US$ 36 bilhões, em 2012, segundo afirmou a presidente Dilma Rousseff, durante discurso para empresários de ambos os países, no final de novembro, em Los Cardales, Argentina.

Tudo o que sabemos sobre:
embaixadorBrasilArgentinatroca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.