Vantagem de Dilma sobre adversários diminui, aponta Datafolha

Com 49% das intenções de voto, petista ainda venceria no primeiro turno; Serra tem 28% e Marina, 13%

Jair Stangler/SÃO PAULO, Estadão.com.br

22 de setembro de 2010 | 20h38

A vantagem da candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, para seus adversários diminuiu, de acordo com pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira, 22. Dilma, que ainda venceria no 1º turno, aparece com 49% das intenções de voto (na pesquisa anterior tinha 51%), contra 42% de todos os adversários somados. Na pesquisa anterior, realizada entre os dias 13 e 15 de setembro, a diferença era de 12 pontos porcentuais.

 

José Serra (PSDB) tem 28%, ante 27% na semana passada. Já Marina Silva (PV) foi de 11% para 13%. Considerados apenas os votos válidos, a candidata petista registra 54% das intenções de voto. José Serra (PSDB) está com 31% e Marina Silva (PV) chegou a 14%. Brancos e nulos somam 3% e 5% dos eleitores estão indecisos.

 

Plínio de Arruda Sampaio (PSOL), Zé Maria (PSTU), Eymael (PSDC), Rui Pimenta (PCO), Ivan Pinheiro (PCB) e Levy Fidélix (PRTB) somam 1% das intenções de voto.

 

Em um eventual segundo turno, Dilma receberia 55% dos votos, enquanto Serra ficaria com 38%.

 

A pesquisa, contratada pelo jornal Folha de S.Paulo e pela Rede Globo, foi realizada nos dias 21 e 22, em 444 municípios de todo o país, com 12.294 eleitores. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob o número 31.330/2010. A margem de erro é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.