Nilton Fukuda|Estadão
Nilton Fukuda|Estadão

Vamos usar todos os meios legalmente previstos para impugnar decisão, diz advogado de Lula

Em coletiva após o julgamento, Cristiano Zanin afirmou ainda que condenação no TRF-4 não impede Lula de registrar candidatura ao Planalto

André Ítalo Rocha, O Estado de S.Paulo

24 Janeiro 2018 | 20h59

O advogado Cristiano Zanin, que lidera a equipe de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, garantiu nesta quarta-feira, 24, que vai tomar todas as medidas legalmente cabíveis para tentar reverter a decisão da turma de desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que condenou o petista a 12 anos e um mês de prisão, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no caso do triplex do Guarujá.

"Vamos esperar a publicação do acórdão, vamos analisar e tomar as medidas legalmente cabíveis, com a expectativa de reverter a decisão, mostrando incongruências presentes nos votos apresentados e que não afastaram a garantia da presunção de inocência, a garantia só pode ser afastada através de exame racional que mostre provas da prática de um crime, o que não aconteceu hoje", disse. 

+++ Lula pode ser preso?

Segundo Zanin, o julgamento no TRF-4 não impede Lula de registrar sua candidatura a presidente na Justiça Eleitoral.

+++ Entenda o que pode ocorrer após a decisão

"Se ele decidir ser candidato, a decisão de hoje do TRF-4 não representa qualquer obstáculo para implementar a decisão de candidatura", afirmou Zanin. "Nós vamos discutir isso na Justiça Eleitoral se houver uma impugnação da candidatura", acrescentou

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.