'Vamos ter um bom julgamento', diz Gilmar Mendes

Ministro do Supremo conversa rapidamente com jornalista ao chegar em tribunal sobre a votação no TSE da chapa Dilma-Temer

Julia Lindner, O Estado de S.Paulo

06 de junho de 2017 | 16h35

BRASÍLIA - No dia da retomada da análise da ação contra a chapa Dilma Rousseff-Michel Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o presidente da Corte, ministro Gilmar Mendes, afirmou que o julgamento será "bom". Gilmar conversou rapidamente com jornalistas nesta terça-feira, 6, ao chegar ao Supremo Tribunal Federal (STF), mas evitou fazer comentários sobre a sessão do TSE. Questionado se o julgamento será célere ou demorado diante de um eventual pedido de vista, Gilmar reforçou apenas que será "um bom julgamento".

Gilmar participou durante cerca de meia hora da sessão da Segunda Turma do STF, mas se retirou antes do término da audiência. A agenda do TSE a partir desta terça-feira é exclusivamente dedicada à ação movida pelo PSDB, derrotado nas eleições de 2014, contra a chapa Dilma-Temer. O plenário deve se reunir nesta terça, às 19h; na quarta-feira, às 9h; e duas vezes na quinta-feira, às 9h e às 19h.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.