'Vamos ter palanque no Rio', diz Campos

O governador de Pernambuco e pré-candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, disse nesta segunda-feira, 24, que trabalha para formar, no Rio, "uma ampla frente política e social que demonstre a indignação do Estado e da cidade, que está posta às claras" e que espera ter um único candidato a governador.

LUCIANA NUNES LEAL, Agência Estado

24 de fevereiro de 2014 | 18h25

Campos disse que é preciso "aproximar o Estado do Rio da sociedade". "Vamos ter um palanque. Não vamos colocar nosso candidato no segundo turno lançando várias candidaturas", afirmou. O governador citou como possibilidades a candidatura do deputado Alfredo Sirkis, do PSB, ou o apoio ao pré-candidato do PROS, Miro Teixeira.

Campos esteve no Rio para uma fazer uma palestra para empresários, na Federação das Indústrias do Rio de Janeiro. O governador conta com a votação expressiva de sua futura candidata a vice, Marina Silva, teve no Rio, na disputa presidencial de 2010, para ganhar visibilidade no terceiro colégio eleitoral do País. Tanto Miro quanto Sirkis são próximos de Marina.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2014CamposRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.