Beto Barata/Estadão
Beto Barata/Estadão

Valério vai se apresentar espontaneamente, diz advogado

Defesa de empresário considera que a decisão do Supremo na quarta-feira, 13, ainda não ficou clara, mas garante que condenado vai se apresentar à Justiça

O Estado de S. Paulo

14 de novembro de 2013 | 16h34

O advogado Marcelo Leonardo, que representa o empresário Marcos Valério Fernandes de Souza, disse nesta quinta-feira, 14, que seu cliente vai se apresentar espontaneamente para cumprir a ordem de prisão por envolvimento no mensalão.

Leonardo considera que a decisão do Supremo Tribunal Federal em relação ao início da execução das penas não ficou clara. "Temos de esperar o que eles vão decidir hoje, porque terminou ontem sem efetivamente a gente saber o que ficou resolvido, tanto é que vocês da imprensa deram notícia desencontradas...", disse.

Questionado, o advogado não quis informar se Valério reside em Sete Lagoas, cidade na região central de Minas Gerais, a cerca de 70 km de Belo Horizonte (MG), mas garantiu que ele vai se apresentar à Justiça, caso seja necessário. "O que eu posso dizer é que se houver ordem de prisão, vai haver apresentação espontânea."

Marcos Valério foi o principal operador do mensalão e foi condenado a 40 anos e 4 meses de prisão em regime fechado. Valério também é acusado de participar inclusive do chamado mensalão mineiro, que envolveu o desvio de verbas para a campanha de reeleição do governador de Minas Gerais em 1998, Eduardo Azeredo (PSDB-MG).

Tudo o que sabemos sobre:
mensalãoMarcos Valérioprisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.