Valério se livra de ação por falsidade ideológica no STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu não aceitar a acusação da denuncia contra o empresário mineiro Marcos Valério por falsidade ideológica. Ele teria colocado sua mulher, Renilda, como responsável formal pela empresa SMPB, mas na verdade seria ele quem comandava a companhia. Mas como não haviam mais provas, ele acabou ficando livre desta acusação na primeira denúncia votada hoje de manhã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.