Valério é levado para Tremembé

O empresário Marcos Valério, acusado pela Operação Avalanche de ter sido articulador de esquema de espionagem e corrupção de delegados da Polícia Federal, foi transferido ontem da Custódia da PF para cela da Penitenciária de Tremembé (SP).Caixa 2 do mensalão, Valério foi preso por ordem da juíza Paula Mantovani, da 1ª Vara Federal. Por Tremembé já passaram o banqueiro Edmar Cid Ferreira, do Banco Santos, e investigados da Satiagraha. Além de Valério, foram levados para lá os advogados Rogério Tolentino e Ildeu Pereira, suspeitos da Avalanche."Soube que Tremembé é adequada, com segurança", declarou o criminalista Marcelo Leonardo, defensor de Valério que havia pedido sua permanência na PF ou remoção para prisão segura. O advogado teme que Valério seja alvo de queima de arquivo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.