Vaias impedem discurso de ministro no Paraná

O ministro de Planejamento, Paulo Bernardo (PT), não conseguiu discursar devido às vaias durante cerimônia de formatura dos alunos da Universidade Filadélfia (Unifil), de Londrina, na noite do sábado.Bernardo, que tem a base eleitoral na cidade - ele está licenciado do cargo de deputado federal em terceiro mandato -, começou a ser vaiado assim que seu nome foi anunciado. Ele tentou várias vezes iniciar o discurso, mas sem êxito.A cada tentativa do ministro, mais fortes se tornavam as vaias, acompanhadas pelo toque de centenas de cornetas de plástico, usuais em estádios de futebol.O constrangimento do ministrou durou aproximadamente 10 minutos. A cerimônia aconteceu no ginásio de Esportes Moringão e foi assistida por cerca de 5 mil pessoas.Bernardo ainda não informou se irá tentar a reeleição, mas na semana passada o prefeito de Londrina, Nedson Micheleti, também do PT, admitiu que ele será candidato. Nesse caso, Bernardo terá de deixar o governo em abril.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.