Vaias fazem parte da democracia, diz Renan

Presidente foi alvo de protestos durante cerimônia de abertura da Copa das Confederações

Renan Carreira, Agência Estado

17 de junho de 2013 | 14h36

BRASÍLIA - O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse nesta segunda-feira, 17, que, quando um presidente da República se dispõe a participar de solenidade pública, tem que estar preparado para o que der e vier. Ele deu a declaração ao ser questionado sobre as vaias direcionadas a presidente Dilma Rousseff na abertura da Copa das Confederações, no sábado, 8, em Brasília.

Renan lembrou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva passou pela mesma situação. "No Pan, em 2007, o ex-presidente Lula foi vaiado, apesar de ter alta popularidade. (As vaias) fazem parte da democracia e é preciso conviver com elas."

Renan deu as declarações durante almoço com executivos do Grupo Lide, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.