Vaias fazem parte da democracia, diz Renan

Presidente foi alvo de protestos durante cerimônia de abertura da Copa das Confederações

Renan Carreira, Agência Estado

17 Junho 2013 | 14h36

BRASÍLIA - O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse nesta segunda-feira, 17, que, quando um presidente da República se dispõe a participar de solenidade pública, tem que estar preparado para o que der e vier. Ele deu a declaração ao ser questionado sobre as vaias direcionadas a presidente Dilma Rousseff na abertura da Copa das Confederações, no sábado, 8, em Brasília.

Renan lembrou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva passou pela mesma situação. "No Pan, em 2007, o ex-presidente Lula foi vaiado, apesar de ter alta popularidade. (As vaias) fazem parte da democracia e é preciso conviver com elas."

Renan deu as declarações durante almoço com executivos do Grupo Lide, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.