Vacina contra Sars funciona em macacos

Cientistas chineses que estudam o desenvolvimento de uma vacina contra a Síndrome Respiratória Aguda Severa (Sars) anunciaram hoje em Pequim que a primeira amostra experimental funcionou ao ser aplicada em um macaco. "A vacina foi totalmente eficaz - ou seja, o vírus foi debilitado até um estado latente - e aplicada em um símio que, a partir dela, desenvolveu anticorpos e por isso já não pode contrair a doença", declararam os responsáveis da pesquisa ao jornal Diário do Povo.Agora os pesquisadores começarão a testá-la em grande escala em animais. Eles declararam que, se tudo correr bem, a vacina poderá ser usada em seres humanos dentro de dois ou três anos. Em Toronto, no Canadá, um homem de 57 anos morreu de pneumonia atípica, elevando a 30 o número de mortes relacionadas à doença. A epidemia ressurgiu na cidade na semana passada, obrigando as autoridades a pôr 7 mil pessoas em quarentena.A Sars já causou cerca de 750 mortes e contaminou mais de 8.200 pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.