Vaccari só aceita acareação com doleiro sob convocação

O tesoureiro do PT e ex-presidente da Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo (Bancoop), João Vaccari Neto, afirmou hoje, em depoimento à CPI das ONGs no Senado, que só aceita participar de acareação com o doleiro Lúcio Bolonha Funaro se for convocado e não convidado. Diante da declaração, o senador Álvaro Dias (PSDB-PR) se apressou em apresentar um requerimento, que deverá ser votado pelos integrantes da comissão na semana que vem.

ANA PAULA SCINOCCA, Agência Estado

04 Maio 2010 | 19h57

Vaccari apresentou hoje informações diferentes de Funaro, que depôs na semana passada. Ele rechaçou que tenha se reunido mais de uma vez com o doleiro para tratar de operações financeiras.

Funaro disse ter se encontrado com Vaccari "algumas vezes". Dias afirmou ter informações seguras de que o petista e o doleiro "se encontraram uma vez na sede do Sindicato dos Bancários de São Paulo e outras três vezes no sede da Bancoop".

No depoimento de hoje, Vaccari negou irregularidades na Bancoop, bem como o desvio de recursos da cooperativa para abastecer campanhas do PT.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.