Urna eletrônica poderá ter comprovante impresso

As eleições de 2002 poderão contar com uma novidade: a instituição da urna eletrônica que dá ao eleitor o comprovante impresso para conferir se realmente votou no candidato escolhido.A proposta será votada na terça-feira pelo Senado, em turno suplementar e, caso seja aprovada, será instituida em 2002.O projeto, do senador Roberto Requião (PMDB-PR), tem aval do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Nelson Jobim, e é uma forma de dar mais segurança às atuais urnas.A votação de terça-feira é de um substitutivo do senador Romeu Tuma (PFL-SP), que recebeu outras 19 emendas. Mesmo assim, a proposta deverá ser votada sem qualquer dificuldade, uma vez que foi aprovada no plenário da Casa.Por causa do substutivo, receberá nova apreciação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.