Universitários protestam contra Renan em Araçatuba

Com narizes de palhaço, apitos e cartazes, cerca de 250 universitários protestaram contra a absolvição de Renan Calheiros e pediram sua renúncia num piquete que parou o trânsito, na noite desta quinta-feira, nas ruas em frente do Centro Universitário Toledo, de Araçatuba, interior de São Paulo. Por uma hora, ao som estridente dos apitos, os estudantes gritaram palavras de protestos contra o PT, o governo Lula, deputados e, principalmente, contra o Senado. O protesto começou tímido na frente da faculdade, com cerca de 50 pessoas, mas na hora do intervalo recebeu a adesão de outros estudantes; ganhou a rua e conseguiu e recebeu a simpatia dos motoristas, que paravam os carros e aumentando o barulho com um buzinaço. "Queremos protestar contra a votação e pela renúncia de Renan e mostrar que estamos insatisfeitos com o que aconteceu. Pelo jeito não somos nós, olha só os motoristas buzinando em apoio ao nosso protesto", disse, apontando para os carros, Rogério Mian, estudante de jornalismo e organizador do protesto.Segundo Mian, a partir desta sexta-feira, o movimento "Fora Renan!" vai começar a coletar a adesão dos 5 mil universitários num abaixo-assinado que será enviado ao Congresso. Depois de paralisar o trânsito por cerca de 40 minutos, os manifestantes foram ao um bar na frente da escola, onde protesto terminou com a apresentação de uma banda de pagode.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.