Universidade no Rio oferece curso das 23h à 1h

A Universidade Estácio de Sá está oferecendo oito cursos de extensão num horário bem alternativo: das 23 horas à 1 da manhã. O objetivo, segundo a instituição, é atingir a um público que não tem tempo para estudar durante o dia. Em maio de 2000, o Ministério da Educação (MEC) proibiu a Estácio de abrir cursos de graduação e de pós-graduação em dois turnos na madrugada ? das 22h30 às 2h30 e das 5h às 9h.O MEC informou que não regula cursos de extensão ? que não podem emitir diplomas. Segundo a universidade, os alunos receberão apenas certificados de conclusão.A coordenadora de programas de extensão da Estácio, Cláudia Ramos, acredita que pessoas que trabalham o dia inteiro e querem se atualizar vão se interessar pelos cursos. ?Quase todos os setores já estão funcionando nesse horário. Há supermercados 24 horas, farmácias 24 horas, e agora também educação. Já existe um nicho de mercado?, disse.Os alunos poderão escolher entre os temas Introdução ao Direito Ambiental, Matemática Financeira Aplicada, Tecnologias para Internet, Código Civil: atualização, Estratégias de Marketing, Gerenciamento do Tempo e Qualidade de Vida, Introdução ao Pagemaker e Tecnologias de Comércio Eletrônico. Serão 36 horas de aula, duas vezes por semana, ao preço de R$ 80. A matrícula começou há uma semana e a faculdade informou que já há inscritos.O curso será dinâmico, segundo Cláudia Ramos, para que os estudantes não durmam nas salas. ?As pessoas que trabalham o dia inteiro já chegam à faculdade cansadas. Por isso as aulas serão bem práticas, dinâmicas, para eles não perderem em rendimento.? Dois campus ? no centro e na Barra da Tijuca, zona oeste, vão oferecer o serviço.A Estácio é famosa por se envolver em polêmicas. No ano passado, o analfabeto Severino Silva, de 27 anos, que sabe apenas assinar o nome, foi aprovado no vestibular para Direito. Na época, a universidade anunciou que a redação ? que não foi feita por Silva, que alegou se sentir mal ? passaria a ser eliminatória.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.