Único hospital Santa Bárbara D?Oeste pára por falta de recursos

A Santa Casa de Santa Bárbara D?Oeste interrompeu hoje as atividades por falta de recursos e medicamentos. Ninguém foi atendido no hospital, o único da cidade com leitos para internação e cirurgias. À tarde, diretores da instituição e representantes da Secretaria Municipal de Saúde se reuniram para discutir o problema. A dívida da Santa Casa está estimada em R$ 1 milhão. Dos sete leitos da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), três foram desativados. O hospital informou que manteve hoje apenas o atendimento aos 85 pacientes que já estavam internados mas que não dispunha de produtos como gaze, luvas cirúrgicas e medicamentos para atender os doentes. A prefeitura divulgou, por meio da Assessoria de Imprensa, que irá encaminhar projeto de lei à Câmara Municipal para aquisição, pelo hospital, de até R$ 100 mil em medicamentos e insumos laboratoriais nos meses de novembro e dezembro. O objetivo é atenuar a crise e garantir fôlego à Santa Casa antes de uma solução definitiva. Segundo a Assessoria, a prefeitura repassa por mês ao hospital em média R$ 35 mil para manutenção e outros R$ 130 mil por serviços prestados, além do repasse médio de R$ 250 mil do Sistema Único de Saúde (SUS). A prefeitura paga ainda o salário de 10 médicos que trabalham na instituição.

Agencia Estado,

20 Outubro 2003 | 18h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.