Unicamp terá estágio de férias em Ciências

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) informa que iniciará em janeiro o programa Ciência nas Férias, dirigido a 30 alunos da rede pública de ensino médio interessados em fazer estágio nos laboratórios de pesquisa da instituição. O programa foi elaborado pela Pró-Reitoria de Pesquisa (PRP) da Unicamp e pretende atrair alunos com um talento especial para a pesquisa. Segundo o pró-reitor de Pesquisa, professor Fernando Costa, os participantes serão escolhidos de uma relação de cerca de 300 candidatos, representando 100 escolas da região de Campinas (cada estabelecimento poderá indicar até três alunos). .Segundo o serviço de imprensa da Universidade, o programa utiliza como modelo experiências de estágio de férias em instituições do Exterior e um piloto muito bem-sucedido do Centro de Biologia Molecular e Engenharia Genética (Cebmeg) da Unicamp. Agora, a prática será estendida a outros laboratórios da Universidade que se interessarem pelo programa. A indicação dos alunos será feita através de formulário próprio e devidamente justificada pela direção das escolas. Os critérios para seleção incluem carta de recomendação de professores da área em que o aluno pretende realizar o estágio, participação em atividades extracurriculares preferencialmente associadas à ciência e desempenho escolar, além de um texto em que o aluno justificará por que deseja realizar o estágio.Fernando Costa afirma que um dos objetivos é proporcionar ao aluno de ensino médio o acesso a um ambiente de pesquisa científica em que possa manter contato com estudantes de graduação, de pós-graduação, pesquisadores e professores. "O propósito é que, conhecendo de perto as pesquisas desenvolvidas numa grande universidade, o aluno possa ter seu interesse despertado e direcionar sua carreira para algumas dessas áreas", ressalta.ProjetosOs laboratórios da Unicamp interessados em receber um estagiário do programa Ciência nas Férias podem submeter seus projetos à apreciação da comissão julgadora, formada por docentes da Unicamp. Os aprovados receberão auxílio financeiro, obtendo recursos de até uma cota Faep (Fundo de Apoio ao Ensino e à Pesquisa) no valor de R$ 4 mil. O estágio não prevê remuneração aos alunos, que, no entanto, terão direito a auxílio-alimentação, transporte e seguro-saúde. "Trata-se de uma pré-iniciação científica. Com o estágio, os alunos das primeiras e segundas séries ficarão motivados a se dedicarem mais à terceira série, preparando-se melhor para o vestibular da Unicamp ou de outras universidades cuja ênfase seja a pesquisa", explica o professor José Roberto França Arruda, assessor da PRP.Costa observa que a procura por carreiras científicas no Brasil ainda é pequena, mas pondera que "a experiência do Cebmeg indica que os egressos deste tipo de programa geralmente demonstram um desempenho escolar mais efetivo e entram em boas universidades, seja na área em que fizeram o estágio, seja em outras".Os professores interessados têm até o dia 11 de novembro para inscrever seus laboratórios. As informações a respeito estão no site http://www.prp.rei.unicamp.br/ciencianasferias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.