Unibanco recupera fazenda invadida no Vale do Paraíba

Depois de ameaças, gritos e resistência, os sem-terra acampados na fazenda Santa Terezinha, em Taubaté, no Vale do Paraíba, deixaram a área hoje. Esta foi a terceira vez que o MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra) deixa a mesma fazenda. As famílias - cerca de 120, mas o movimento não confirma o número - afirmaram que foram pegas de surpresa. "Esta liminar é velha, ninguém nos avisou sobre o cumprimento, nem nosso advogado sabia", alegava um dos líderes, Sérgio Pires. O MST luta pela desapropriação da fazenda Santa Terezinha há pelo menos um ano e meio e neste período já passaram por pelo menos, cinco áreas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.