União é condenada a indenizar radialista

A 3ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região condenou a União a pagar R$ 300 mil a José Salomoni, ex-diretor da Rádio Guarathan, de Santa Maria (RS). Ele foi preso, em 1964, sob a acusação de ter permitido que políticos se manifestassem, na rádio, pela permanência de João Goulart na Presidência da República. Cabe recurso. Salomoni afirmou ter sido torturado e obrigado a vender a emissora por preço abaixo do de mercado por falta de anunciantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.