Unesco pede apuração de declarações de Bolsonaro

As declarações do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) provocaram reação até de um braço da Organização das Nações Unidas (ONU). Em seu Twitter oficial, o escritório da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) no Brasil pediu apuração das frases do parlamentar.

EDUARDO BRESCIANI, Agência Estado

31 de março de 2011 | 19h40

"Unesco no Brasil defende apuração de denúncia de homofobia e racismo por parte de parlamentar", diz post publicado na tarde de hoje e que foi parar na capa do site da ONU no Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
BolsonaropreconceitoapuraçãoUnesco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.