UNE vai às ruas pedir CPI e cassação de ACM e Arruda

A União Nacional dos Estudantes (UNE) anunciou que vai promover protestos nas ruas para pedir a cassação dos senadores Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) e José Roberto Arruda (sem partido-DF) e a investigação das denúncias de corrupção por meio de uma CPI. As manifestações dos estudantes serão iniciadas, em todo o País, nos dia 22, 23 e 24 deste mês, segundo o presidente da UNE, Wadson Nataniel Ribeiro. A expectativa da entidade é colocar cerca de 100 mil manifestantes nas ruas.Ribeiro disse que a campanha pela cassação de ACM e Arruda e em favor da CPI da Corrupção vai começar dia 22, com um ato no Rio. No dia 23, a UNE promoverá protestos em São Paulo e em todos as capitais, e, no dia 24, encerra a primeira fase da campanha em Belo Horizonte.A UNE está articulando ainda uma ato nacional com a participação da CUT, OAB, CNBB e da Associação Brasileira de Imprensa (ABI). A data ainda não foi definida.Para o presidente da UNE, o esquema montado pelo governo para impedir a instalação da CPI da Corrupção vai contribuir para aumentar o desgaste do presidente Fernando Henrique Cardoso perante a população. "A população vai entender que o governo tem algo a esconder." Ele avalia que as investigações de denúncias de corrupção poderão comprometer o governo, a exemplo do que ocorreu na época de Collor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.