Um manual de carros para quem quer saber tudo sobre sexo

John Steinbeck, o famoso escritor norte-americano, dizia que os homens de sua geração conheciam melhor a ignição do Ford modelo T do que partes importantes da anatomia feminina. Inspirado nisso, o Haynes Workshop Manual, editora inglesa de manuais automobilísticos que há anos fatura milhões de libras esterlinas ensinando motoristas a cuidar de suas máquinas, publicou a sua obra mais recente: o Haynes Sex Manual, um guia para quem sempre quis saber tudo sobre sexo em carros mas não tinha onde pesquisar. O resultado foi um estrondoso sucesso de vendas.?Como você esperaria da Haynes?, diz a peça publicitária em seu site na internet, ?este manual tem explicações detalhadas de como as partes relevantes se ajustam e funcionam em conjunto, e o que você pode fazer a respeito. Há respostas para questões que talvez você nunca tenha pensado em formular, como, por exemplo: fazer sexo em um avião faz as partes íntimas incharem??Nenhum conhecimento prévio nem qualificações são necessários ? continua o texto ? embora uma parceira cooperativa seja conveniente. E as vantagens são apresentadas. O manual o capacitará a:manter seu equipamento em ótimas condições, prevenindo a corrosão de partes vitais;entender os desejos de sua companheira;decidir quando apelar para assistência profissional.Os editores consideram que o sexo é praticado principalmente como recreação, o que é muito bom, ou haveria muito mais gente no planeta. E que poucas pessoas admitiriam falta de especialização, mas ponderam que, assim como ao dirigir, é sempre necessário fazer um upgrade nos principais fundamentos. Também como ao dirigir, o sexo é uma atividade que traz prazer quando praticado com perícia, mas pode ser perigoso quando os riscos são ignorados.?As mulheres e os motores estão umbilicalmente ligados, e sabe-se que a educação sexual começa nos carros?, dizem os editores. E, a seguir, passam a dar conselhos práticos, detalhados, sobre posições e movimentos.As melhores opções para o sexo sobre quatro pneus são, pela ordem, o Land Rover e os carros americanos de luxo, principalmente os dos anos 50 e 60. A opção mais problemática, como já se poderia supor, são os mini-carros.Se os Land Rovers fossem camas, diz o Haynes, eles certamente seriam king size. A amplidão do espaço torna qualquer coisa possível. Há muitas janelas, entretanto, que podem causar algum embaraço.Já os carros americanos dos anos 50 e 60 oferecem o máximo de liberdade em espaço reprodutivo graças aos seus assentos enormes. E não há cintos de segurança nem maçanetas de câmbio para atrapalhar.Os minis quase tornam o sexo impossível. Mas com o tempo seus assentos se tornaram reclináveis, o que permite algumas posições. O Haynes indica uma delas e ao mesmo tempo faz um alerta: a maneira mais confortável é o homem sentar-se no banco traseiro e a mulher inclinar-se sobre ele. Mas os tipos mais atléticos devem estar atentos para a alavanca do freio de mão.O Haynes Sex Manual custa 12 libras e 99 (aproximadamente R$ 60) e pode ser comprado pela internet no endereço www.haynes.co.uk/sexmanual.asp.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.