UDR pedirá prisão de líderes de invasões no Pontal

'Vamos entrar com representações penais contra líderes que promoveram as invasões, pois são atos criminosos'

José Maria Tomazela, de O Estado de S. Paulo,

29 de junho de 2009 | 17h28

O presidente da União Democrática Ruralista (UDR), Luiz Antonio Nabhan Garcia, vai pedir o enquadramento penal dos líderes José Rainha Junior e Sérgio Pantaleão, dissidentes do Movimento dos Sem Terra (MST), por terem comandado as invasões do chamado "inverno quente" no Pontal do Paranapanema. "Vamos entrar com representações penais no Ministério Público Estadual e na Polícia Civil contra esses líderes que promoveram as invasões, pois são atos criminosos", disse Nabhan. "No mínimo, cometerem os crimes de esbulho possessório e formação de quadrilha."

No fim de semana, 15 fazendas foram invadidas por 1.500 sem-terra ligados a Rainha. A ação foi um protesto contra a demora para assentar famílias na região e contra um projeto do governo estadual que regulariza as terras do Pontal. Segundo Nabhan, as ações foram premeditadas e anunciadas antecipadamente na mídia. Além disso, segundo ele, os líderes já respondem a vários processos e registram condenações. "No entanto, continuam livres e agindo como se não existisse lei."    

 

Nesta segunda-feira, 29, pelo menos três proprietários de áreas invadidas em Dracena e Presidente Epitácio entraram com ações de reintegração de posse. Pantaleão disse que, se forem dadas liminares para desocupação, a ordem judicial será cumprida. Rainha não participou diretamente das invasões, mas disse que a justiça deve levar e conta que foram ocupadas terras públicas. "Ocupamos fazendas que já foram dadas como devolutas pela justiça ou declaradas improdutivas pelo Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária)." A Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp), órgão do governo estadual, informou que, somente neste ano, criou três assentamentos no Pontal e está em vias de lançar o quarto núcleo.

Tudo o que sabemos sobre:
terraUDRMSTPontal do Paranapanema

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.