Tuma Júnior já se reuniu com o ministro da Justiça nesta terça-feira

Segundo a assessoria do ministro, será Tuma Júnior quem irá se pronunciar sobre a reunião

Carol Pires/BRASÍLIA - estadão.com.br

11 Maio 2010 | 15h40

O ministério da Justiça confirmou há pouco que o secretário Nacional de Justiça, Tuma Júnior, se reuniu no início da tarde desta terça-feira, 11, com o ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto. Segundo a assessoria do ministro, será Tuma Júnior quem irá se pronunciar sobre a reunião.

 

Veja também:

https://www.estadao.com.br/estadao/novo/img/icones/mais_azul.gifPolícia Federal vê gabinete de Tuma Júnior como uma 'central de favores'

https://www.estadao.com.br/estadao/novo/img/icones/mais_azul.gif Comissão de Ética Pública abre investigação contra Tuma Júnior

https://www.estadao.com.br/estadao/novo/img/icones/mais_azul.gif Veja o que foi publicado e ouça as gravações da PF

 

Reportagens publicadas pelo Estado mostram que gravações telefônicas e e-mails interceptados pela Polícia Federal ligam Tuma Júnior a Li Kwok Kwen, conhecido como Paulo Li e apontado como um dos chefes da máfia chinesa em São Paulo.Deflagrada em setembro de 2009, a Operação Wei Jin levou à prisão de Li e outras 13 pessoas.

 

Tuma ficou reunido, ontem à noite, por cerca de três horas com o ministro da Justiça, mas ao final da reunião, a assessoria do secretário informou que ele continuava no cargo. "Vamos trabalhar, tem muito ladrão para a gente prender", limitou-se a comentar Tuma Júnior, ao deixar o seu gabinete, no Ministério da Justiça, na madrugada de hoje, após a reunião com Barreto.

Mais conteúdo sobre:
Tuma Júnior ministro Justiça PF Nacional

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.