Tuma diz que Tebet deve usar "martelo do juiz"

O corregedor-geral do Senado, senador Romeu Tuma (PFL-SP), disse, ao chegar ao Conselho de Ética, que o presidente do conselho, senador Ramez Tebet (PMDB-MS), precisa saber usar nesta quinta-feira o "martelo do juiz" para não permitir que a acareação entre os senadores Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA) e José Roberto Arruda (sem partido-DF) e a ex-diretora do Prodasen Regina Borges se desvie do seu objetivo.Segundo Tuma, o objetivo da acareação é esclarecer os pontos contraditórios nos depoimentos prestados anteriormente pelos três e um eventual desvio poderia vir a beneficiar algum deles.Tuma preferia que a acareação fosse feita dois a dois, mas Tebet decidiu que os três prestarão esclarecimentos juntos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.