Tudo pronto para viagem de FHC a São Paulo

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Alberto Cardoso, também lamentou a morte do governador de São Paulo, Mário Covas. "É um homem que deixa um evento de dignidade e perseverança na busca de seus ideais", afirmou Cardoso. Por volta das 9 horas ele embarca para a São Paulo o escalão avançado, que vai preparar a chegada do presidente à capital paulista, para o velório do governador. Segundo o ministro, Fernando Henrique ainda não definiu a hora do embarque, mas o avião presidencial já está a postos desde ontem, na Base Aérea de Brasília.O secretário-geral da Presidência da República, Aloysio Nunes Ferreira, disse que além da dor e da perplexidade, a perda do governador "traz um sentimento de vazio político. No governo ou na oposição ele se impunha ao respeito de todos. Sua maneira de caminhar na política conferiu uma autoridade natural que vinha da coerência inflexível entre suas idéias e seus atos. Sem ele ficamos todos desnorteados", disse ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.