Dida Sampaio/AE - 10.08.2011
Dida Sampaio/AE - 10.08.2011

'Tudo legal, moral e constitucional', diz Negromonte sobre contratação de empresa

Segundo revelou o 'Estado' nesta quinta-feira, 25, ministro das Cidades usou verba da Câmara para pagar companhia contratada na campanha

25 de agosto de 2011 | 13h26

O ministro das Cidades, Mário Negromonte, comentou rapidamente nesta quinta-feira, 25, denúncia do jornal 'O Estado de S.Paulo' de que usou verba da Câmara quando era deputado para pagar empresa contratada para prestar serviço durante a campanha eleitoral. "Tudo legal, moral e constitucional. Tudo permitido. Não tem nada errado. Se não, não estaria aqui", disse, em fala brevíssima, após sair de um seminário da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU), em São Paulo.

 

Negromonte entrou no carro e não quis dar explicações sobre o caso. Ele saiu da feira sem participar da entrevista coletiva na qual sua participação estava confirmada. A assessoria do ministro chegou a dizer aos jornalistas, em outro momento, que ele iria falar com a imprensa apenas se o assunto das perguntas fosse a Copa do Mundo. Nem para isso ele parou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.