Tucanos vão apoiar PSB para presidência da Câmara

O apoio dos 54 deputados tucanos à candidatura do deputado Júlio Delgado (PSB-MG) à presidência da Câmara está consolidado. É o que diz o deputado Antonio Imbassahy (BA), líder da bancada do PSDB na Casa.

ANDRÉ BORGES, Estadão Conteúdo

31 de janeiro de 2015 | 15h09

Imbassahy marcou presença neste sábado no ato de formalização de apoio à chapa de Júlio Delgado para a eleição que ocorrerá amanhã (1º). A candidatura recebeu ainda o apoio do deputado Rubens Bueno (PR), líder do PPS na Câmara e do deputado Evandro Gussi (SP), que declarou apoio em nome do PV.

Nesta sexta-feira, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) teve reunião com deputados tucanos, para tentar convencer os correligionários a manter o apoio ao candidato do PSB.

"Tivemos uma reunião. O PSDB tem 54 deputados, sendo que 29 são novos deputados. Então eles queriam ouvir da liderança quais as motivações e argumentações que levaram à formação desse bloco", disse Antonio Imbassahy. "Foi feita uma conversa aprofundada e eu acredito que ofereceu bons resultados", comentou.

Parte dos parlamentares tucanos estavam inclinados a votar em Eduardo Cunha (PMDB-RJ), favorito na corrida pela presidência, por conta de outros cargos de composição da mesa da Câmara e das presidências das comissões da Casa.

"Havia realmente algumas discussões, mas isso foi dissipado. O PSDB tem autonomia e identidade. Então, vamos marchar em bloco pela candidatura de Júlio Delgado. Acreditamos que haverá segundo turno, temos confiança nisso", disse Imbassahy.

Tudo o que sabemos sobre:
EleiçõescâmaraJúlio Delgado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.