Tucanos querem CPI para investigar invasões do MST

O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), protocolou requerimento pedindo a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar "as sucessivas e vilentas invasões de terras praticadas pelo MST". O líder afirmou que o requerimento de criação da CPI será lido em plenário amanhã, pelo presidente do Senado, José Sarney, e que a comissão deverá ser instalada em agosto. Arthur Virgílio conseguiu 35 assinaturas, 8 a mais que o mínimo necessário. Ele argumentou que hoje o que se assiste no Brasil "é uma sinistra e perigosa escalada que o governo tolera de maneira licensiosa, por vezes indecorosa, da agressividade do MST". Segundo o senador, o movimento está prejudicando investimentos na agricultura, o que, por consequência, atinge a balança comercial brasileira. Além disso, Virgílio argumenta que começa a brotar no País uma reação de fazendeiros que procuram se armar indo para o mesmo terreno da ilegalidade "mas tão somente porque o MST está na ilegalidade".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.