Tucanos querem adiar restrição a MPs

O presidente da Câmara, deputado Aécio Neves (PSDB-MG), disse, ao chegar ao Congresso, que foi informado de que provavelmente a bancada do PSDB vai apresentar requerimento solicitando o adiamento, por cinco sessões, da votação da proposta de emenda constitucional que restringe a edição de medidas provisórias. Aécio disse que, se o requerimento for aprovado e tiver como objetivo a busca de um entendimento nesse período, a matéria vai voltar à pauta. Ele observou, no entanto, que a oposição deveria refletir sobre a proposta apresentada pelo governo, para não perder a oportunidade de conquistar um avanço na restrição das MPs, ainda que não seja a regulamentação ideal. O presidente da Câmara advertiu que, no futuro, pode não haver outra oportunidade para melhorar o atual sistema. O líder do PFL na Câmara, deputado Inocêncio Oliveira (PE), disse que vai apoiar o requerimento do PSDB, caso venha a ser apresentado, e endossou a advertência de Aécio, dizendo que, se a proposta não for votada logo, nunca mais será apreciada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.