Tucanos pró-Kassab entregam chapa hoje

Para presidente do PSDB no Estado, disputa na convenção já é inevitável

Eduardo Reina e Silvia Amorim, O Estadao de S.Paulo

17 de junho de 2008 | 00h00

O PSDB de São Paulo terá hoje o momento decisivo antes da convenção de domingo. Tucanos favoráveis a apoiar o prefeito Gilberto Kassab (DEM), em vez de lançar o ex-governador Geraldo Alckmin, prometem entregar hoje ao partido proposta de chapa liderada por Kassab. Como os alckmistas também vão propor chapa, o PSDB terá de decidir no voto se lança candidato."Só morto não entrego a proposta de manutenção da aliança com o DEM", disse o líder da bancada na Câmara, Gilberto Natalini. A maioria dos vereadores tucanos defende o apoio a Kassab.O presidente do PSDB municipal, José Henrique Reis Lobo, dava ontem como certa a disputa na convenção. "Eu tive com os vereadores dezenas de conversas. Não deu certo. Tudo bem. O partido decide", disse.Os dois grupos afirmam estar preparados para a disputa de domingo. Os alckmistas duvidam que os rivais tenham votos suficientes para aprovar a chapa com Kassab - é preciso ter maioria simples dos 1.208 delegados. "Dizem que teve gente que assinou a lista obrigado, para não perder cargo na prefeitura", disse o deputado Edson Aparecido.Também se falava ontem em uma chapa encabeçada pelo deputado estadual Ricardo Montoro. Ex-secretário de Kassab, Montoro negou: "É pura imaginação. Mesmo porque teríamos de colher todas as assinaturas novamente, pois a lista atual tem o nome de Kassab."Dez vereadores recusaram-se ontem a assinar a chapa de candidatos à Câmara apresentada pela direção do PSDB porque ela inclui Alckmin como candidato a prefeito. "Se assino, estou concordando com a candidatura do Geraldo. Defendo a aliança com Kassab. Não posso assinar isso. É chantagem", acusou Natalini. Os vereadores prometem apresentar chapa em separado.Ontem, Kassab disse que a disputa no PSDB deve ser resolvida internamente. "Isso é uma questão interna do PSDB."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.