Tucanos prestigiam evento com Kassab

PSDB tenta esvaziar apoio ao DEM, mas prefeito continua com reforço

Ricardo Brandt, O Estadao de S.Paulo

07 de agosto de 2008 | 00h00

Enquanto o PSDB tenta minar nos bastidores a participação de integrantes do partido na campanha à reeleição do prefeito Gilberto Kassab (DEM), na prática os tucanos ainda engrossam o corpo-a-corpo e as incursões do adversário pela cidade. Ontem, dois vereadores, dois secretários e dois subprefeitos, todos do PSDB, foram até Cidade Tiradentes, na zona leste, acompanhar o prefeito no anúncio de construção de uma vila olímpica na região.A apresentação do projeto de R$ 34 milhões foi feita ao lado dos vereadores Adolfo Quintas e Dalton Silvano e dos secretários Walter Feldman (Esportes) e Ricardo Montoro (Participação e Parceria) - tucanos de longa data. Um assessor de Quintas chegou a desfilar em carro com os adesivos do vereador do PSDB e de Kassab. Quintas disse que foi ao evento pois a região é sua base eleitoral. Tanto ele como Silvano negaram que farão campanha para Kassab. "Não posso ficar de fora de um evento importante como esse para a região", disse Silvano. Ao lado de Kassab, ele chegou a explicar como estavam seus trabalhos de "panfletagem" na região.O apoio de vereadores do PSDB a Kassab começou forte no início da campanha eleitoral, mas depois dos primeiros resultados das pesquisas, em que o prefeito aparece em terceiro lugar, com 10% das intenções de voto, muitos mudaram de lado.Quando Alckmin se lançou candidato, 11 dos 12 vereadores tucanos se negaram a apoiá-lo. Hoje, o núcleo de resistência ao candidato próprio se resume a quatro vereadores.Ontem, dois subprefeitos filiados ao PSDB, Renato Barreiros, de Cidade Tiradentes, e Laerte Teixeira, de Itaquera, também acompanharam a visita e seguiram o prefeito no corpo-a-corpo. Barreiros chegou a distribuir panfletos e pediu votos para Kassab.CAMPANHAA agenda em Cidade Tiradentes era típica de prefeito, mas Kassab aproveitou sua visita à zona leste para uma caminhada - a mais longa da campanha até agora - que terminou na inauguração do primeiro comitê regional da reeleição.Durante a caminhada, ele distribuiu pessoalmente o novo exemplar de seu jornal de e entrou até mesmo em um comitê de campanha da ex-prefeita Marta Suplicy (PT)."A gente tem de tentar voto em todos os lugares", disse o candidato, ao entregar material de sua campanha ao funcionário do PT.Kassab, que tem lançado desafios diários em seu site para comparar a sua gestão com a da ex-prefeita, avisou ontem que vai continuar nesse embate, mesmo que a petista ignore as suas críticas. "Não estou preocupado, eu quero é fazer minha campanha e colocar meu dados de governo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.