Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook

Tucanos criam memes com o slogan 'a culpa é do FHC'

Militantes da sigla criaram página no Facebook ironizando fala de Dilma sobre corrupção da Petrobrás na década de 1990; delator afirmou ter recebido propina na época

Pedro Venceslau, O Estado de S. Paulo

23 Fevereiro 2015 | 20h43

São Paulo - Militantes virtuais do PSDB transformaram em meme a declaração da presidente Dilma Rousseff de que os atos de corrupção da Petrobrás teriam que ser investigados desde a década de 1990, durante o governo Fernando Henrique Cardoso (1995-2002). Depois da declaração, feita na última sexta-feira, no Palácio do Planalto, tucanos criaram no Facebook uma página chamada "A culpa é do FHC". 


O espaço já conta com quase 6.000 seguidores. Entre eles estão assessores do PSDB e até  o ex-chefe do Gabinete Pessoal de Fernando Henrique Cardoso, Xico Graziano. Entre os memes mais viralizados - o termo é usado para descrever um conceito que se espalha pela internet - está a imagem de um cachorro diante de uma sala revirada. Em uma placa no pescoço do animal de estimação se lê a frase: "A culpa é do FHC". 


Outras montagens apresentam um humor de gosto duvidoso. Uma foto do carro acidentado do piloto Ayrton Senna e outra as torres gêmeas desmoronando são mostrados com o mote.        

Propina. A fala de Dilma Rousseff na sexta-feira,fazia referência à delação premiada do ex-gerente de serviços da estatal petrolífera Pedro Barusco, que admitiu ter recebido propina desde 1997, durante a gestão Fernando Henrique Cardoso.


Além de Barusco, o empresário Augusto Ribeiro Mendonça Neto, da Setal Engenharia, uma das empreiteiras envolvidas no esquema, disse aos investigadores da Lava Jato que o "clube" criado pelas empresas para repartir obras e contratos existe desde a década de 1990. 

Em novembro do ano passado, a própria força-tarefa da Lava Jato afirmou, em um pedido de bloqueio de bens das empreiteiras, que o esquema de desvios na Petrobrás existe há pelo menos 15 anos, ou seja, desde antes da chegada do PT ao governo. 

Mais conteúdo sobre:
Operação Lava Jato FHC facebook

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.