Tucano vê faísca de empolgação em Alckmin

Deu bom resultado o jantar do pré-candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin com a bancada tucana na Câmara e Senado, ontem a noite. Até mesmo os que eram defensores entusiasmados da candidatura presidencial do ex-prefeito paulistano José Serra, elogiaram a performance de Alckmin no jantar."Pela primeira vez, vi acender uma faísca de empolgação", disse o deputado Sebastião Madeira (PSDB-MA), convencido de que o que vai funcionar na aproximação maior entre os parlamentares e o candidato são as reuniões com pequenos grupos de cada região. O presidente nacional do PSDB, senador Tasso Jereissati, anunciou no jantar que a idéia é fazer reuniões pequenas com os deputados "para dar mais intimidade com o candidato". Mais empolgado, o deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), que também já confessou preferência por Serra, avaliou que Alckmin foi excelente e que está com discurso afinado. Em seu discurso aos parlamentares, Alckmin lembrou que nasceu politicamente no parlamento como vereador, aos 19 anos, e destacou que é parlamentarista. "Campanha é time. Se fizermos uma bela campanha, podemos ir para 90 deputados", disse Alckmin ao lembrar que a bancada atual bancada federal tem hoje 52 deputados. Depois de ouvir o candidato, que fez um resumo dos bons resultados que obteve no governo de São Paulo, tanto Hauly como o senador Eduardo Azeredo (MG), avaliaram que Alckmin demonstrou que está cada vez melhor. "Estou muito satisfeito com a desenvoltura dele", resumiu Azeredo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.