Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Tucano se coloca como 'escolha segura'

Diante de adversários que se apresentam como novidade, a campanha de José Serra (PSDB), de 70 anos, vai tentar reforçar na última semana de propaganda eleitoral a imagem de que ele é uma escolha segura para o eleitor, contra as "apostas" que seriam Fernando Haddad (PT) e Celso Russomanno (PRB).

AE, Agência Estado

30 de setembro de 2012 | 09h24

A campanha de Serra pretende levar à TV suas propostas e um portfólio de realizações de suas passagens pela Prefeitura e pelo governo do Estado. O objetivo é dar credibilidade à sua candidatura, como um político que "tira as coisas do papel".

Nessa linha, é citado como exemplo um programa exibido na semana passada que mostrava vídeos de Serra fazendo promessas na campanha de 2004, seguidas de imagens atuais de obras e equipamentos públicos.

Com foco no eleitorado tradicionalmente simpático ao PSDB, a equipe de Serra também vai manter um discurso ético contra os petistas. Com a previsão de início do julgamento de José Dirceu no processo do mensalão. A campanha de Serra tenta atrelar Haddad aos dirigentes do PT envolvidos no escândalo. A equipe também não descarta a possibilidade de atacar Russomanno na propaganda de TV e rádio.

A campanha ainda tenta reduzir a desconfiança dos eleitores sobre a possibilidade de Serra, se eleito, renunciar ao mandato para se candidatar a outro cargo - Em 2006, ele deixou a Prefeitura para concorrer ao governo estadual. Por isso, ele manterá em sua propaganda uma mensagem clara sobre o assunto. Os tucanos também adotaram como novo slogan "São Paulo fica melhor com Serra" e acreditam que a repetição da palavra "fica" tem impacto positivo sobre os descrentes.

O comitê do PSDB também aumentou os repasses de dinheiro e material para os candidatos a vereador dos partidos da coligação, que terão o papel de levar a campanha do tucano para os bairros da cidade. Eles receberão diretrizes claras para intensificar o trabalho de porta a porta e organizar dezenas de reuniões durante a semana para consolidar a candidatura de Serra.

Os tucanos pagaram pela impressão de 250 milhões de "santinhos" com as fotos do tucano e dos candidatos a vereador.

A campanha de Serra quer usar como trunfo a inserção regional dos 193 candidatos dos partidos da coligação que disputam vagas na Câmara Municipal.

Também está nos planos da equipe a ampliação do impacto visual da candidatura. Os tucanos pretendem encerrar a campanha de rua com um grande ato público na Sé, na quinta-feira.

A ideia é organizar cinco caminhadas que se encontrarão no mesmo ponto do centro. O evento está previsto para o horário do almoço, para que os tucanos possam contar com a presença do governador Geraldo Alckmin. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012SPSerra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.