Tucano questiona no TSE peça de Dilma com cubanos

A coligação do candidato tucano à Presidência, Aécio Neves, vai questionar no Tribunal Superior Eleitoral a propaganda da candidata do PT, Dilma Rousseff, que mostra dois médicos cubanos. O PSDB quer que o vídeo seja retirado do ar, sob alegação de que a legislação eleitoral não permite a aparição de estrangeiros em programas eleitorais.

BEATRIZ BULLA, Estadão Conteúdo

29 de agosto de 2014 | 20h56

No vídeo, exibido ontem, Dilma cita o programa Mais Médicos e conversa com os cubanos. A coligação de Aécio enviou a representação ao TSE nesta sexta-feira. "O que a lei veda é o uso de língua estrangeira na propaganda eleitoral, o que não aconteceu no caso", afirmou o advogado da coligação de Dilma, Flávio Caetano.

Mais conteúdo sobre:
eleiçõesTSEDilmaCubaPSDB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.