PSDB
PSDB

Tucano ligado a Aécio Neves lidera bancada de oposição na Câmara

Antonio Imbassahy,deputado próximo ao senador mineiro, foi eleito líder do PSDB no mês passado; estratégia afasta apoio a Temer

Igor Gadelha / BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

17 de janeiro de 2016 | 03h00

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), conseguiu influenciar a opção da bancada tucana na Câmara dos Deputados e eleger um líder alinhado à sua estratégia de afastamento em relação a um eventual governo do vice Michel Temer – presidente nacional do PMDB –, em caso de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Em uma eleição ocorrida em 16 de dezembro passado, o deputado Antonio Imbassahy (BA) venceu, por 28 votos a 23, o deputado Jutahy Júnior (BA). O parlamentar derrotado era apoiado pelo senador José Serra (SP). Próximo a Temer, Serra já defendeu publicamente apoio e participação do PSDB em um possível governo comandado pelo peemedebista.

A eleição de Imbassahy sinaliza uma provável orientação mais dura aos deputados tucanos em relação a um eventual governo Michel Temer, caso a presidente Dilma seja impedida de continuar seu mandato.

Debate. Apesar de ser aliado de Aécio, Imbassahy ponderou, logo após ser escolhido líder do partido, que sua eleição não dá a certeza que o PSDB não vá aderir a um possível governo Michel Temer. Ele afirmou que essa decisão não dependerá apenas da bancada.

“É (uma decisão) muito mais ampla. Envolve também a direção do partido, a bancada de senadores, os governadores. Vai ser um debate formulado quando o tema entrar em discussão”, disse Imbassahy. O novo líder do PSDB na Câmara dos Deputados, no entanto, afirmou que o partido poderá contribuir, mesmo que na condição de oposição.

Contribuição. “Temos que contribuir, na eventualidade de o vice-presidente Michel Temer assumir, como o PSDB sempre procurou contribuir com o País. A oposição bem feita também qualifica o governo”, disse o novo líder tucano, que já foi aliado de José Serra, mas acabou se aproximando de Aécio Neves durante a campanha presidencial de 2014.

Antonio Imbassahy assumirá a liderança do PSDB na Câmara a partir do mês que vem, sucedendo ao deputado Carlos Sampaio (SP). O parlamentar paulista também é ligado ao senador Aécio Neves.

Esta será a segunda vez que o deputado baiano assume o posto de líder do partido. Antes de Sampaio, Imbassahy já tinha sido líder dos tucanos na Casa durante todo o ano de 2014.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.