Tucano diz que BC é antiemprego

Favorito nas pesquisas para a corrida presidencial de 2010, o governador José Serra (PSDB) criticou ontem mais uma vez a atuação do Banco Central. Serra acusou a instituição de ser contra o emprego. "Não está claro quando isso (a crise) vai se deter ainda em face das orientações da política econômica do Banco Central, que é uma política econômica contra o crescimento, evidentemente contra o emprego", disse.A declaração foi feita de forma espontânea em discurso na cerimônia de posse da nova secretária de Desenvolvimento e Assistência Social, Rita Passos. Ontem o IBGE divulgou que houve retração de 1,8% no PIB no primeiro trimestre em comparação ao mesmo período de 2008, um quadro de recessão técnica. Serra voltou a dizer que a política econômica do BC é "equivocada" e questionou, sem citar nomes, manifestações que comemoraram o resultado. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, foi um deles. "O Brasil já perdeu 750 mil empregos desde o fim do ano passado. O PIB caiu de novo e está todo mundo comemorando, pelo menos na imprensa, dizendo que podia ter sido pior."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.